Quote Semanal

“— Ah, Edward.— Ela suspirou enquanto ele acariciava seu rosto com as mãos ensanguentadas e a beijava delicadamente.

Edward afastou o rosto dos lábios dela.

— Eu amo você”

—O Príncipe Corvo

2017



Estive conversando com um amigo, e começamos a relembrar as coisas que haviam acontecido durante o longo 2017: viajamos juntos no carnaval, eu comecei a morar no meu atual apartamento, passei a usar óculos... entre outras coisas. Ele ficou perplexo, porque parecia que essas coisas tinham acontecido há anos. Antes, ele dizia que o ano passou rápido, mas mudou de opinião após essas notícias, e eu o entendo. Parece que 2017 foi dividido em duas partes. A primeira parece ter acontecido há décadas; a segunda, passa voando. Então, como sempre faço aos fins de ano, passei a refletir sobre o que aconteceu, o que poderia ter acontecido, o que não aconteceu e o que eu aprendi com tudo isso.
No início do ano, eu estava em processo de auto aceitação, e, lembrando agora, percebo o quanto mudei. Ali, estava uma Thainá que, pouco a pouco, aceitava seus defeitos e reconhecia suas qualidades - um processo complicado, mas com excelentes resultados. Dentre as pessoas que mais me ajudaram nesse processo, está meu irmão mais novo. Eu pude desabafar com ele, inseri-lo em minhas piadas internas, criar novas… Ficamos mais íntimos. A gente se escuta muito, se estressa pouco e o amor se fortaleceu. Como ele mesmo costuma dizer - e eu costumo concordar -, “Amor é construção!”. Em 2017, construímos bastante.
Na metade do ano, NX Zero anunciava uma pausa, e isso me fez lembrar da Thainá de 13 anos. A menina que estava perdida, não sabia quem era, do que gostava, que começou a escutar NX Zero para ver se gostava, e gostou. Foi a primeira banda escolhida por si mesma, sem influência de alguém. Logo depois, foi escolhendo outras bandas, assistindo diferentes filmes e séries. Quando soube que a banda daria uma pausa, foi como um aviso: “Nem tudo dura para sempre. Nem tudo fica, Thainá. Acostume-se!”. Me lembro que, depois dessa notícia, passei um mês inteiro escutando o álbum mais recente deles, confortando a mim mesma, ficando mais leve. Gostaria de ter ido ao show deles. Infelizmente, não fui.
Entretanto, 2017 não foi feito só de despedidas. Meus amigos passaram a dormir em minha casa com maior frequência; me tornei íntima de pessoas com quem pouco falava e me afastei de algumas com quem me acostumei a falar diariamente; virei noites conversando e rindo com minha melhor amiga; deixei muita gente no vácuo, porque peguei no sono; fiz muita gente rir… e talvez tenha feito alguém chorar - vá saber!
Das diversas séries que assisto, encontrei duas que conquistaram meu coração. Já maratonei quatro temporadas de Vikings em uma semana com um amigo - coincidentemente, aquele de quem falo no início desse mesmo texto - cuja amizade, percebi, me deixou confortável o suficiente para que nós dois, que não somos de chorar na frente de ninguém, o fizéssemos numa conversa. Me estressei como nunca havia me estressado; já me senti culpada por algo que não fiz; gostei de quem não gostava de mim; não quis nada com quem queria algo comigo; perdi amizades, ganhei outras. Fui decepcionada, e já decepcionei. Entrei no judô e não durei nem seis meses; descobri uma anemia, o que me motivou a focar em minha saúde - passei a gostar de verduras; fui a shows, festas, eventos, cinema…; conheci novas músicas, li novos textos; não muitos livros, mas muitas séries; fui a apenas metade dos compromissos que marquei; confiei muito, e me decepcionei; confiei pouco, e me arrependi de não ter feito o contrário desde o início. Eu devo ter me esquecido de alguma coisa que aconteceu no longo 2017, mas sei que em nenhum momento fui infiel a mim e ao que sentia. Fui 100% em tudo, e não me sinto trouxa, nem nada do tipo. Diferente de minhas versões anteriores, não carrego arrependimento, mas, assim como elas, ainda estou incompleta, e com vários sonhos a realizar.

0 Comentario "2017"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Seja um

Aprendiz!

Aprendizes pelo Blogger

Aprendizes no Facebook

Aprendizes por E-mail

Formulário de Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *