Quote Semanal

“— Ah, Edward.— Ela suspirou enquanto ele acariciava seu rosto com as mãos ensanguentadas e a beijava delicadamente.

Edward afastou o rosto dos lábios dela.

— Eu amo você”

—O Príncipe Corvo

Resenha: O Príncipe Corvo - Elizabeth Hoyt

(Foto retirada do Google)
Sinopse: Anna Wren está tendo um dia difícil. Depois de quase ser atropelada por um cavaleiro arrogante, ela volta para casa e descobre que as finanças da família, que não iam bem desde a morte do marido, estão em situação difícil. 
O conde de Swartingham não sabe o que fazer depois que dois secretários vão embora na calada da noite. Edward de Raaf precisa de alguém que consiga lidar com seu mau humor e comportamento rude. 
Quando Anna começa a trabalhar para o conde, parece que ambos resolveram seus problemas. Então ela descobre que ele planeja visitar o mais famoso bordel em Londres para atender às suas necessidades “masculinas”. Ora! Anna fica furiosa — e decide satisfazer seus desejos femininos… com o conde como seu desavisado amante.

Anna Wren é uma viúva que vive com sua sogra e uma criada, em uma casa humilde. Mas as coisas não vão tão bem para a família, pois elas estão passando por um problema financeiro, já que o pouco que o marido lhe deixou não está satisfazendo as despesas da casa. É então que Anna decide arrumar um emprego, mas não é tão fácil quanto parece; até que inesperadamente ela consegue um trabalho como secretária do terrível Conde Swartingham.

“— Espero que não tenha sofrido nenhum dano com a queda — disse sorrindo entre dentes para o homem ensopado. — Permita-me ajudá-lo a levantar-se?
Ele não correspondeu a sua amabilidade.
— Que diabo fazia no meio do caminho, sua tola? ”

Edward Swartingham é uma pessoa um tanto intimidadora, seus funcionários o temem principalmente por seu temperamento explosivo e língua afiada; por causa disso todos os seus secretários sumiram de forma tão drástica. Anna parece ser a única que não o teme, ao contrário ela bate de frente com ele, e tem uma personalidade destemida e forte.

"- Como assim, um homem pode se satisfazer com uma mulher em locais como esse, e uma mulher como ela viúva deve ser recatada para o resto de sua vida?".

Quando os sentimentos de Edward começam a ficar confusos em relação a nova secretária, ele faz uma viagem de “negócios” a Londres para tentar resolve-los. Anna logo descobre que a viagem de “negócios” do conde é só uma desculpa para ele visitar o mais famoso bordel de Londres chamado Gruta de Afrodite; ela não fica nada contente com isso e começa a bolar um plano.

“Era uma vez, numa terra muito distante, um conde empobrecido e suas três filhas...”
(Entrou na lista dos favoritos com certeza!)

Eu adorei esse livro demais. Ele entrou na minha lista na mesma hora, quando comentaram sobre ele no evento de Chá de Época da Record. Primeiro de tudo eu queria falar sobre essa protagonista diva, Anna Wren é uma personagem que vai contra tudo que lhe foi dito sobre como uma mulher deve ou não se portar; e mostra isso durante todo o livro; desde o momento em que ela arranja um emprego naquela época, até quando ela confronta todos os homens ao seu redor que querem comanda-la de algum modo. Edward não é um mocinho com o que nós estamos acostumadas em romance de época, ele tem um nariz enorme, marcas de varíola por ter sobrevivido a doença e um temperamento um tanto quanto incomum, mas quando mais nós o conhecemos, mais percebemos o quão maravilhoso ele é.

“-Ah, Edward. – Ela suspirou enquanto ele acariciava seu rosto com as mãos ensanguentadas e a beijava delicadamente.
Edward afastou o rosto dos lábios dela.
-Eu amo você”

Uma das coisas que eu gostei bastante em O Príncipe Corvo é que além de ter uma protagonista empoderada para época, a gente também tem essa questão da aparência. Nos romances de época em geral somos apresentados por personagens maravilhosos com cabelo sedoso, olhos azuis, super musculosos e por aí vai. Já nesse livro temos um protagonista masculino com marcas de varíola espalhados pelo rosto e uma protagonista feminina um tanto quanto comum, isso é até citado pelo Conde em uma passagem do romance; e mesmo sem ter uma beleza extraordinária que a maioria dos livros apresenta, nos apaixonamos pelo casal da mesma forma.

 "Essa mulher é feia. Tem um nariz comprido e fino, olhos castanhos e cabelo também castanho". 

Um ponto importante que eu devo falar aqui, é que em cada início dos capítulos temos pequenos trechos da história do príncipe corvo que a Anna está lendo durante a narrativa. Eu achei bem legal isso, me lembrou um pouco o conto da Bela e a Fera. O Príncipe Corvo vai ser uma trilogia, e o segundo livro, O Príncipe Leopardo vai ser lançado aqui no Brasil dia 21/08/17 e já está na pré-venda. Vale lembrar que cada livro conta a história de um personagem diferente.

Série dos Príncipes:
1-    O Príncipe Corvo
2-    O Príncipe Leopardo
3-    O Príncipe Serpente

4-    A Princesa de Gelo














                                                      

0 Comentario "Resenha: O Príncipe Corvo - Elizabeth Hoyt"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Seja um

Aprendiz!

Aprendizes pelo Blogger

Aprendizes no Facebook

Aprendizes por E-mail

Formulário de Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *