Quote Semanal

“— Ah, Edward.— Ela suspirou enquanto ele acariciava seu rosto com as mãos ensanguentadas e a beijava delicadamente.

Edward afastou o rosto dos lábios dela.

— Eu amo você”

—O Príncipe Corvo

Resenha: Cinder - Marissa Meyer

(Foto retirada do Google)
Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica.

A terra depois de muitos anos sofreu algumas mudanças. Os carros foram substituídos por aerodeslizadores, e as pessoas convivem com androides e chips de identificação plantados sob a pele. O problema é que nessa nova era há uma doença muito grave chamada letumose, que se disseminou pelo planeta, trazida por um povo conhecido como Lunares – Vivem na lua, e alguns tem poderes especiais- que por muito tempo tentam fazer um acordo de paz com a terra.

"- O seu tipo sequer sabe o que é o amor? Você tem algum tipo de sentimento ou é tudo... programado?"

Cinder é a melhor mecânica de Nova Pequim, e esse talento se deve muito ao fato dela ser uma ciborgue. Ela trabalha para sustentar sua madrasta perversa Adri e suas duas irmãs, uma adorável e a outra tão detestável quanto a mãe. É então que em uma das suas idas a feira onde trabalha, ela dá de cara com o príncipe Kai, o herdeiro do império.

"Ela olhou corredor abaixo, imaginando se havia falado fora de hora e sentindo-se estranha ao lado do príncipe Kai, que, de repente, era apenas Kai."

Como vocês puderam reparar, Cinder é uma releitura um tanto quanto diferente da Cinderela. Marissa Meyer conseguiu contar uma história totalmente distinta do esperado. Ao decorrer do livro eu conseguiu ver bem as semelhanças com o conto que ela se baseou; madrasta cruel, duas meias- irmãs, um baile, e um sapato, quero dizer um pé. Porém a história é muito mais que isso.
(Cinder e Kai)

"- Eles não têm espelhos porque não querem se ver?- Vaidade é um fato, mas é mais uma questão de controle. É mais fácil induzir os outros a acreditar que você é lindo se você puder se convencer de que é lindo. Mas espelhos têm um jeito incomum de dizer a verdade."

Os personagens foram maravilhosos. A construção deles durante a história foi muito clara, Cinder tinha tudo para ser uma personagem chatinha e sofrida, mas foi muito pelo contrário, ela se mostrou ser muito forte e divertida. Tem um personagem em especial que me chamou muita atenção e que me apeguei muito rápido, que foi a androide Iko – me lembrou muito o R2D2 de Star Wars – ela é uma androide maravilhosa, queria até um para mim.
(Iko, androide de Cinder)

Cinder é o primeiro livro da série As Crônicas Lunares. A série já tem três livros publicados no Brasil,  o quarto livro deve ser lançado no segundo semestre de 2016.

As Crônicas Lunares:
1-    Cinder
2-    Scarlet
3-    Cress
4-    Winter


















2 Comentarios "Resenha: Cinder - Marissa Meyer"

  1. Tô com cinder aqui há uns 4 meses e ainda não consegui começar. Adorei a resenha, vou tentar começar a leitura essa semana ainda <3

    Beijos,

    http://www.naoeberlim.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Rafa :)
      Essa série é uma beleza, tente de novo. Espero que você goste <3
      Beijos

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Seja um

Aprendiz!

Aprendizes pelo Blogger

Aprendizes no Facebook

Aprendizes por E-mail

Formulário de Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *