Quote Semanal

“— Ah, Edward.— Ela suspirou enquanto ele acariciava seu rosto com as mãos ensanguentadas e a beijava delicadamente.

Edward afastou o rosto dos lábios dela.

— Eu amo você”

—O Príncipe Corvo

Resenha: Trono de vidro - Sarah J. Maas

(Foto retirada do Google)

Sinopse: Depois de cumprir um ano de trabalhos forçados nas minas de sal de Endovier por seus crimes, Celaena Sardothien, 18 anos, é arrastada diante do príncipe. Príncipe Dorian lhe oferece a liberdade sob uma condição: ela deve atuar como seu campeão em um concurso para encontrar o novo assassino real. Seus adversários são ladrões e assassinos, guerreiros de todo o império, cada um patrocinado por um membro do conselho do rei. Se ela vencer seus adversários em uma série de etapas eliminatórias servirá no reino durante três anos e em seguida terá sua liberdade concedida.
Celaena acha suas sessões de treinamento com o capitão da guarda Westfall desafiadoras e exaustivas. Mas ela está entediada com a vida da corte. As coisas ficam um pouco mais interessantes quando o príncipe começa a mostrar interesse por ela… Mas é o rude capitão Westfall que parece entendê-la melhor. 
Celaena acha suas sessões de treinamento com o capitão da guarda Westfall desafiadoras e exaustivas. Mas ela está entediada com a vida da corte. As coisas ficam um pouco mais interessantes quando o príncipe começa a mostrar interesse por ela… Mas é o rude capitão Westfall que parece entendê-la melhor. Então um dos concorrentes aparece morto rapidamente seguido por outros… Pode Celaena descobrir quem é o assassino antes que ela se torne a nova vítima? À medida que a investigação da jovem assassina se desenrola a busca por respostas a leva descobrir um destino maior do que ela jamais poderia ter imaginado.




Com apenas 18 anos Celaena Sardothien é a assassina mais temida de Adarlan. Após ela ter sido traída por um de seus comparsas, ela vai ser enviada para as minas de sal de endovier, onde as pessoas como ela são torturadas e feitas de escravos. Um dia o príncipe de Adarlan vai visita-la e oferece a liberdade a Celaena e em troca ela terá que participar de competição de vida ou morte oferecida pelo rei, o vencedor terá que trabalhar como “campeão” do rei por 4 anos e por fim seria liberado.

“Ele [o rei] deveria ser enforcado. Tinha matado muito mais do que ela – pessoas inocentes e indefesas. Tinha destruído culturas, destruído conhecimento imensurável, destruído tanto do que um dia fora alegre e bom. O povo deveria se revoltar. Erilea deveria se revoltar- do modo como aqueles poucos rebeldes tinham ousado”

Entre as provas em que os participantes são comprometidos e as horas de treinamento, alguns dos concorrentes estão sendo encontrados mortos sem explicação alguma e Celaena pode ser a única a desvendar esse mistério.

“Por que há algo que querem de mim, algo que querem tanto que vieram até aqui pessoalmente.” 

Trono de vidro foi um dos melhores livros de fantasia que eu li em 2015. A Sarah conseguiu construir um mundo incrivelmente novo, e logo no começo do livro nós vemos um  mapa de toda a terra fantástica de Erilea, o que ajuda bastante no decorrer do livro, pois os nomes dos lugares são um pouquinho complicados.


(Foto retirada do Google)
O foco principal do livro é a competição do rei para escolher seu campeão. Uma coisa que eu achei bastante legal no livro foram as provas que ocorreram durante a competição e a maneira como a Celaena tenta criar um disfarce para não ser reconhecida como a famosa assassina de Adarlan; já que todos pensam que ela é apenas uma ladra sem valor.

“ – Aprender com graciosidade não fez parte do seu treinamento?    – Não – respondeu Celaena, com amargura. – Arobynn me dizia que o segundo lugar é apenas um título bonitinho para o primeiro perdedor.”

Com diálogos divertidos e inteligentes não têm como não se divertir com o humor provocante tanto da protagonista como dos demais personagens. A torcida para que a Celaena consiga finalizar todas as tarefas e é empolgante, além de ficar bastante curiosa com o suposto triângulo amoroso, que surge durante a leitura. A autora deixa alguns fios soltos, onde ela vai esclarecer nos livros seguintes da série.

”Adarlan podia privá-los de liberdade, podia destruir lhes as vidas, surrá-los, torturá-los e obrigá-los a participarem das disputas mais grotescas, mas criminosos ou não, eram ainda humanos.”

Aqui no Brasil já foram lançados os dois livros dessa série (Coroa da meia- noite, e Herdeira de fogo) e também um livro com 5 contos (A lâmina da assassina). O próximo lançamento está previsto para o primeiro semestre de 2016, e vai se chamar rainha das sombras.

Como eu já li todos os livros da série, posso dizer rapidamente que a série só faz melhorar com o tempo, não vejo a hora de ler Rainha das sombras.

Uma curiosidade é que Trono de vidro começou a ser escrito depois que a autora idealizou a seguinte pergunta: E se a Cinderela não tivesse ido ao baile para dançar com o príncipe, e sim para mata-lo? A partir daí ela deu inicio a história.


Esse livro é uma excelente chance para aqueles que gostam de se arriscar com séries novas, com um tema bastante diferente.

Série Trono de Vidro:
- Trono de Vidro
- Coroa da Meia-Noite
- Herdeira do Fogo
- Rainha das Sombras
- Empire of Storms

Avaliação:

2 Comentarios "Resenha: Trono de vidro - Sarah J. Maas"

  1. Olá, tudo bem?
    Eu li Trono de Vidro ano passado, e com certeza, foi um dos melhores livros do ano <3 Eu amei Celaena, ela é uma personagem extremamente forte, e a sua história é apaixonante. Também tem resenha no meu blog <3
    Amei seu blog e já estou seguindo!
    Beijos, Bruna
    calmajedi.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi :D
      Trono de vidro é uma série de fantasia maravilhosa. A Celaena com toda certeza é uma personagem fascinante e a história é realmente incrível. Vou dar uma olhada :)
      Beijos Ju Saleh

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Seja um

Aprendiz!

Aprendizes pelo Blogger

Aprendizes no Facebook

Aprendizes por E-mail

Formulário de Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *