Sinopse: Ilusionista talentosa, Anna é assistente de sua mãe, a famosa médium Marguerite Van Housen, em seus shows e sessões espíritas, transitando livremente pelo mundo clandestino dos mágicos e mentalistas da Nova York dos anos 1920. Como filha ilegítima de Harry Houdini - ou pelo menos, é o que Marguerite alega - os passes de mágica não representam um grande desafio para a garota de 16 anos: o truque mais difícil é esconder seus verdadeiros dons da mãe oportunista. Afinal, enquanto os poderes de Marguerite não passam de uma fraude, Anna consegue realmente se comunicar com os mortos, captar os sentimentos das pessoas e prever o futuro.





Porém, à medida que os poderes de Anna vão se intensificando, ela começa a experimentar visões apavorantes que a levam a explorar as habilidades por tanto tempo escondidas. E, quando um jovem enigmático chamado Cole se muda para o apartamento do andar de baixo, apresentando Anna a uma sociedade secreta que estuda pessoas com dons semelhantes aos seus, ela começa a se perguntar se há coisas mais importantes na vida do que guardar segredos. Mas em quem ela pode, de fato, confiar?

Anna nunca teve uma normal, além de ter a mãe sendo uma vidente (no caso era o que os clientes acreditavam),ela ainda era a filha bastarda de uma famosa figura, que ela nunca conheceu.

“Minha mãe com seu humor volúvel e língua afiada, era e ainda é aterrorizante”- Anna

Depois de tantas mudanças, finalmente as duas se fixam em Nova York com a ajuda de Jacques o empresário e namorado de sua mãe. Quando elas se mudam se mãe e o pretendente começam a planejar truques de ilusionismo e algumas sessões espiritas para pessoas com maior poder aquisitivo, e a Anna é a sua assistente, porém ela quer ser mais que sua ajudante, ela quer um papel maior nas apresentações para mostrar do que ela é capaz, virar uma grande artista e usar seus dons escondidos.

"Como se revela uma coisa que se escondeu a vida inteira? Principalmente quando se sabe, por intuição, que toda a sua sobrevivência depende de mantê-la escondida?”-Anna

Entre conseguir entender um pouco mais seus dons e lidar com a mãe competitiva, ela acaba conhecendo dois garotos, o Colen e o Owen, que podem ou não ajudar a Anna em relação a todos os seus problemas.

“Apesar de querer fazer truques melhores, não quero uma participação maior no seu show. Eu quero... Bem, não tenho muita certeza do que quero, mas passar o resto da minha vida executando velhos truques batidos – os únicos que ela permite – e trabalhando como sua assistente não pode ser tudo que a vida tem a me oferecer”-Anna


Eu estava na livraria procurando alguma coisa pra ler, quando eu vi esse livro escondido no canto da estante e então resolvi ler a sinopse, o adorei no mesmo instante. A filha da ilusão pode parecer um livro paranormal como todos os outros, mas não é bem assim; ele fala principalmente sobre mágica ilusionista, o que é um tema bastante interessante.
Os personagens são bem cativantes e a Anna foi uma das minhas personagens favoritas, junto com a figura misteriosa que aparece no meio do livro. A relação dela com a mãe é um dos focos principais do livro, ocorre um tipo de competição entre as duas e algumas vezes ela acha que a mãe a quer fora dos shows e tenta sabota-la. O outro foco do livro é como ela lida com esses dons recém-descobertos.
Há também um romance nessa obra, onde têm dois garotos tentando conquistar o coração da Anna, o problema é a confusão em saber em qual dos dois a gente deve confiar; e então a desconfiança nos persegue em muitas partes do livro.
Esse é o primeiro livro da série herdeiros da magia, e o segundo livro ainda não tem data de lançamento aqui no Brasil (espero que seja logo). Eu sinceramente acho que A filha da ilusão devia ser um livro mais reconhecido, pois ele é muito, muito bom.
É isso gente, espero que tenham gostado da resenha de hoje.

 Avaliação:


Agradecemos por sua visita. Deixe um comentário e nos mostre sua opinião sobre este post :D