Melane, uma garota de 16 anos que vive com a avó, descobre não apenas ser uma mestiça de bruxa e dragão, como também uma princesa em um mundo chamado Ninho de Fogo.
Com ajuda de seu fiel guardião David, e o pequeno Jack, o garotinho de quase 300 anos de idade, ela volta pra sua terra natal, descobrindo que o lugar está se despedaçando.
Em um mundo de dragões, fadas e sereias, Melane terá que ser forte para a batalha que colocará em risco o mundo onde nasceu, enquanto tenta descobrir a quem pertence seu coração.
Uma mistura de romance, aventura, guerra e salvação é o que te espera em Ninho de Fogo!




Quem aí conhece a Booktuber Camila Deus Dará? Sim, aquela diva que está lançando uma trilogia chamada "Ninho de Fogo" (cujo primeiro livro será lançado em sua segunda edição pela editora Arwen dia 29 de fevereiro), que tem um blog com o mesmo nome do livro, a garota nerd de 25 primaveras que tem carinha de 16, que é casada, é mãe, que é estudante de Direito, um pouco (muito) viciada em livros, que é apaixonada por maquiagem e moda, que prefere ficar em casa em um dia chuvoso tomando chá de hortelã do que sair pra uma balada (#MeIdentifico), que vê beleza onde normalmente outras pessoas não vêem, que não possui muita paciência com pessoas e coisas tontas, que tem um nível de tolerância igual a zero, que é uma boa pessoa, que fica feliz ao ver gente feliz... Reconheceram? Lembraram? É ela mesma. Bom, ela foi suuuper amável ao se disponibilizar para dar uma entrevista para O Mago dos Livros, confiram abaixo:

Em relação à escrita:


Quando você percebeu que tinha vocação para escrita?
Sempre gostei de histórias, de escutar e de contar, então escrever sempre foi algo meu. Nunca parei e disse, “nossa, tenho vocação para a escrita”. Isso aconteceu naturalmente. Com o tempo meus textos foram virando contos, depois livros e hoje não consigo me imaginar fazendo outra coisa.


O que a escrita influenciou em sua vida?

Difícil dizer, pois eu sempre escrevi. Talvez seja mais fácil falar em como as histórias me influenciaram. Não passo um único dia sem pensar em alguma história, então posso dizer que eu vivo para isso.


Quem te incentivou a escrever?

Ninguém! Escrever era algo meu.
Minha mãe gostava de ler, mas não era nenhuma leitora compulsiva. Eu gostava de contar histórias, de inventar os finais e os personagens, enfim, adorava criar meu próprio mundo.


Sabemos que a sua inspiração para o livro ‘Ninho de Fogo’ veio de um sonho que você teve. Como foi o processo de adaptação para que esse sonho se tornasse a história que é hoje?

Foi bem tranquilo, não tive problema nenhum. Eu apenas imaginava as cenas e ia escrevendo. As imagens se transformavam em palavras facilmente.


Como é o seu processo de escrita? Tem música envolvida?

 Eu basicamente explico tudo nestes dois vídeos e sim, sempre escrevo escutando música, acho que fica muito mais gostoso e eu acabo me envolvendo muito mais com as cenas e os personagens.



Qual foi o maior obstáculo que você enfrentou com a história?

O fato de ser uma trilogia! Livros únicos são bem mais simples, pois a história começa e termina ali, mas quando você divide uma história em 3 livros... É bem complicado. Você precisa ter mistérios próprios para cada parte e ainda resolver os problemas abertos nos livros anteriores, mas sem perder o interesse pela nova parte da jornada.


Dê-nos um resumo geral da história.

 


Enquanto escrevia, em algum momento você pensou em jogar tudo pro alto?

Não! Nunca tive esse tipo de pensamento. Por mais trabalhoso e cansativo que possa ser, eu sempre adorei escrever.


Para você, qual característica que mais marca a personagem Melane?

Hmm, posso comentar sobre duas? Ela é muito justa e corajosa.


O que é a coisa mais importante em um livro?

Fazer o leitor acreditar que aquela história é real.


Qual a cena que você mais demorou a escrever? Qual foi sua dificuldade nela?

Faz um bom tempo que escrevi esse livro, então não lembro de alguns detalhes, mas acho que não tive dificuldades grandes em nenhuma cena.


Qual foi a cena mais te marcou? E qual a sua favorita?

Não posso dizer a que mais me marcou, pois seria um grande spoiler. E uma de minhas cenas favoritas é a que acontece na árvore das fadas.


Qual seu quote favorito de ‘Ninho de Fogo’?

Não sei. Hahaha
Posso dizer um que gosto bastante.
"O mais estranho nisso tudo, não é meu melhor amigo ter se transformado em um dragão ou eu estar em suas costas voando ou então estar sendo perseguida por três dragões, o mais estranho ou peculiar é que eu não estou nem um pouco assustada."


Para fechar essa parte nos diga: Onde espera chegar como escritora?

Faz um bom tempo que deixei de escrever só para mim e passei a escrever para o mundo, então meu maior sonho é ter minhas histórias espalhadas em várias partes do mundo e ter pessoas diferentes, de vários lugares, conhecendo meus personagens e fazendo parte da vida deles.

Em relação ao canal e ao blog:


Seu canal surgiu como consequência do blog ou fazer vídeos foi um desejo à parte?

Foi por causa do blog, que hoje nem uso mais. Eu fazia apenas um vídeo ou outro para colocar no blog, mas o pessoal acabou gostando mais do Youtube e eu adoro fazer os vídeos, então abandonei o blog e hoje só trabalho com os vídeos.


Como você reage às criticas que os booktubers e os blogueiros literários têm que enfrentar para seguir neste rumo?

Não me importo com quem critica por criticar. Ignoro essas pessoas que só sabem xingar e falar besteiras nos comentários, mas quando alguém faz uma crítica construtiva, eu recebo com muito carinho e procuro melhorar. Críticas nos fazem crescer.


Qual o vídeo que você mais gostou de fazer?

Não faço ideia, são quase 200 vídeos. Hahaha.


Qual a rotina para o canal⁄blog?

Não tenho uma rotina. Sempre que termino um livro, filme, série ou algo que queria comentar, coloco um vídeo no canal. Também falo sobre como escrever um livro, então sempre que tenho tempo, preparo o assunto e gravo. Vou anotando todas as ideias de vídeos e ao menos uma vez na semana, gravo alguma coisa.

Em relação aos três:


O que eles afetaram no seu cotidiano?

A escrita faz parte da minha vida e de mim, toda semana tenho meu tempinho para escrever, pois é meu trabalho. Os vídeos também ocupam uma grande parte, pois leva tempo para preparar o assunto, gravar, editar, compactar e carregar no Youtube. Bem, literatura é meu cotidiano, ela não só afeta meu dia, como faz parte dele.


Qual o seu desejo para com o rumo que eles seguirão?

Meu desejo é publicar ao menos um livro por ano e que o canal cresça cada vez mais. O Brasil precisa de literatura e eu acredito estar fazendo minha parte sobre isso.




Camila, agradeço em nome de toda equipe do ‘O Mago dos Livros’ pela atenção, dedicação e afago que você deu ao responder essas perguntas para os leitores do blog. Desejamos a você muito sucesso, que consiga realizar todos os seus sonhos, e que aprimore ainda mais seu dom de escrita.

Contatos da autora:
E-mail: camiladeusdara@gmail.com


Agradecemos por sua visita. Deixe um comentário e nos mostre sua opinião sobre este post :D