Hola, personas hermosas. Há dias estou pensando em abrir essa nova coluna e que dia seria melhor que hoje? Dia 20 de novembro é o dia da Consciência Negra, você sabe por que esse foi o dia escolhido?

"Porque foi nesse dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi dos Palmares. Este foi a liderança mais conhecida do chamado Quilombo dos Palmares, que se localizava na Serra da Barriga, atual estado de Alagoas. A fama e o símbolo de resistência e força contra a escravidão mostrado pelos palmarinos fizeram com que a data da morte de Zumbi fosse escolhida pelo movimento negro brasileiro para representar o Dia da Consciência Negra. A data foi estabelecida pela Lei 12.519/2011."  (Leia mais sobre isso em:http://migre.me/saSxn)

Há alguns dias, na aula de sociologia, minha professora colocou uma pergunta na lousa, e pediu para nós falarmos o que achamos. A pergunta era:

"Como você vê o racismo?"


Sabe o que respondi? Eu respondi: vejo como uma idiotice.
É o que eu acho. A diversidade é o que dá vida ao Brasil, ao mundo. A diferença é o que nos completa, somos biologicamente diferentes, pois a genética do ser humano é adaptada para a sobrevivência em seu local de origem.
A diferença é uma coisa tão linda que Deus criou. 
O orgulho das pessoas é tentar ser autêntico, será que não percebem que foi por isso que Deus nos fez exclusivos?
Cada um com seus talentos, cores, raças, crença, gostos... É isso que nos torna autênticos, exclusivos. Acho idiotice do ser humano odiar o que os torna o que eles tanto querem, é uma total hipocrisia.
Deveríamos primeiramente nos amar, amar cada coisa que nos faz ser quem somos, e depois, amar o próximo como a ti mesmo.


Dias depois ela perguntou qual era o meu preconceito. Pensei, pensei e cheguei à uma conclusão.


Quando penso nisso, não me vem nenhum à mente. Tenho amigos e parentes negros e os amo muito, mais pelo que são e por não terem vergonha disso.
Mas preconceito não inclui apenas isso, inclui também a opção sexual. Tenho amigos homossexuais e bissexuais sim!
As pessoas falam que por ser evangélica, tenho que odiar esse tipo de pessoa. Na realidade, é totalmente ao contrário.
A Bíblia nos fala que devemos amar o próximo independente de sua cor, religião e escolha sexual, independente de seus erros, transgressões e pecados.   

Devemos amá-los com o Amor Ágape, o amor incondicional de Deus.Eu sigo isso e minhas atitudes não me tornam fraca, me tornam uma pessoa melhor, que tem compaixão e amor à vida em seu conceito completo.

E como disse a minha querida blogueira Beatriz Lima em seu blog Jovens Leitores


"Essa é uma data muito importante, mas não se deve falar sobre esse assunto somente neste dia, isso precisa ser comentado todos os dias, na escola, em casa, na rua.. Temos que dizer não ao preconceito! Sei que é utopia acreditar que o preconceito irá acabar, mas é preciso diminuir-lo. As pessoas devem ter mais noção o quanto os negros sofrem no Brasil e no mundo, e não virem com essa ideia de que é vitimismo. NÃO É VITIMISMO, NÃO MESMO. Ninguém vai sair por aí falando que sofreu racismo por mera brincadeira, o RACISMO É UMA COISA SÉRIA E PRECISA SER COMBATIDO!"


Bem, depois desse... Desabafo? Enfim, vamos à indicação. Esse é um livro pequeno, bem gostoso de ler e que nos deixa pensando em como nossas atitudes podem fazer a diferença na vida de uma pessoa.



Título: E Agora?
Editora: Brasiliense
Autor: Odette de Barros Mott
116 páginas
Sinopse: Camila é uma garota pobre que é filha de pai branco e mãe negra. Ela tem vergonha da mãe e das duas irmãs, por serem negras, já que ela tem a aparência mais parecida com seu pai. Depois que seus pais mudam para outra cidade por causa do trabalho de seu pai, Camila passa a morar com sua madrinha para continuar os estudos. Ela acaba conhecendo Leo, com quem começa a namorar. Mas ela nunca disse para Leo que são os seus pais e de sua origem negra. E agora? O que acontecerá se Leo descobrir toda a verdade?

Deixem aí nos comentários: O que vocês acham do racismo? E: Qual é o preconceito de vocês?

#ADiferençaÉOQueNosCompleta
#AmeOPróximoComoATiMesmo
#DigaNãoÀIdioticeDigaNãoAoRacismo



4 Comentários

  1. Oi, fico muito feliz por você ter citado minha postagem no seu post, fiquei muito feliz mesmo, é sempre bom ser reconhecido. Estar de parabéns com a postagem, este dia é muito especial e merece falar um pouco sobre o tema.
    Beijão!
    http://leit0res.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bea. Eu que fico feliz pela sua visita, desde que comentou pela primeira vez com o link do seu blog, fiquei encantada com ele. Você acaba de ganhar uma leitora assídua. Você tem razão, esse dia merece ser lembrado, comentado e desfrutado por meio de uma auto-avaliação. Obrigada por visitar o blog e por comentar, beijos.

      Excluir
  2. Gostei, infelizmente ainda temos racismo, mas temos muitas pessoas boas contra esse preconceito idiota. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, mas nunca podemos perder a esperança, não é? Agradeço a visita e as palavras sinceras. Volte sempre, beijos.

      Excluir