Sim, eu gosto dos jogos que antecedem um relacionamento. Não, eu não sou uma boa jogadora. Sou pisciana, preciso das coisas ditas com clareza. Entretanto, há uma diferença entre o jogo da conquista e o jogo de desinteresse, e eu odeio esse último. O jogo do desinteresse é quando ambos se gostam, mas negam até a morte. Tenho preguiça de gente que demonstra excessivamente, mas quando correspondido, foge. Pessoas que querem sempre ser mimadas e esperam atitudes dos outros.
           Eu gosto mesmo é quando os olhos conversam, quando até o toque nas mãos é algo divino, mesmo que por segundos, ou quando se desaprende a respirar perto da pessoa desejada. Eu gosto quando os olhos e a mente se esforçam para usufruir cada momento, cada segundo, registrar cada detalhe, qualquer sinal de afeto... Ah, os afetos! Um abraço dado na despedida ou até mesmo do nada, só pelo simples fato de abraçar e sentir a pessoa ali tão próxima, tão humana... O toque voluntário e preciso, o coração acelerado.
          Me questiono se alguém não gosta disso: o afeto sem nome e sem certezas, apenas um afeto dado sem porquês, como o verdadeiro afeto é. Talvez seja o fim do domingo trazendo à tona os sentimentos que ficam escondidos nas entrelinhas da minha vida e que eu insisto em não ler, mas é disso que eu gosto. Eu gosto de gostar, de querer e sentir que é recíproco. E é provável que não seja, mas não é sobre conquistar a outra pessoa; é sobre se conquistar. É voltar a ter aquele sorriso bobo, aprender a inspirar do jeito certo, ter aqueles olhos brilhando, a pele renovada e sentir-se mais forte e vulnerável na mesma proporção. É, eu gosto mesmo desses joguinhos!



https://www.youtube.com/watch?v=JGwWNGJdvx8



Primeiramente oiiire minha lienda que Amo <3

Você sabe q n sou bom nessas coisas de escrever kkk, mas como você meio que pediu né?

E você sabe que tudo que eu tenho a possibilidade de fazer por você, eu faço!

Bom

Eu sei que te conheci na escola, a menina metida da primeira fileira cercada por outras nerds metidas da sala (eu achava ela metida porque julgava bastante por aparência é o jeitinho dela ksk <3), foi assim por uns 2 anos...

Eu sempre fui os meninos do fundinho da classe, só copiava as provas, ligava só pra passar de ano na escola.

Um mês depois, minha mentalidade começou a mentalidade começo a mudar, vi que continuar no fundinho da classe não me faria bem nenhum, achei um lugarzinho na primeira fileira, falava só com meu amigo de academia Lucas (eu já era muito amigo dele, só que ele era aquele cristão meia boca ksk), depois de um tempo ele começou a falar de cristo pra mim, ae entrou o mozão( é você mesmo), se juntou ao Lucas pra começar a falar Cristo e convidavam toda hora pra igreja( eu falava que ia, chegava no dia você já sabe)! Depois de um tempo comecei a me interessar sobre o assunto, queria conhecer e sentir  mais desse Deus que eles queriam me mostrar.

Quando tive os primeiros contato com o mozão vi que ela não era a pessoa que eu achava ser (metida), ela é a pessoa que sempre tenta ajudar, simplesmente me apaixonei pelo jeito dela ser, serio, chamava ela pra conversar, dava varias risadas, começamos a mandar cantadas zuadas um para o outro, só que quando eu dava uma brecha pra ela falar que gostava de mim ela sempre fechava essa portinha ); (agora eu entendo o porque, mas antes ficava muito confuso e chateado)

Ae teve uma semana que decidi ir uma semana inteira pra igreja, mas no segundo dia q eu iria pra igreja eu cai feio de bicicleta(para de rir), isso foi na terça, no domingo com a perna toda enfaixada decidi ir pra igreja da minha tia com a perna cheia de faixa, senti algo diferente, meu pai aceito Cristo naquela noite (não vou entrar profundamente nisto), cheguei em casa senti um vazio tremendo dentro de mim, serio,falei pra rah que estava muito arrependido por n ter aceitado Jesus naquela noite, ae ela falou: só vai ser tarde quando Jesus voltar, Pey, veio de novo aquela sensação boa, depois eu chorei, aceitei Jesus como meu salvador.

Tive a fase de desintoxicação do mundo, conheci o meu mano Jonathan maionese, que me ajudou muito me aconselhando, tentava esconder meus sentimentos sobre a rah, evitava falar dela, mas era muito forte, Jhony sempre sabia, então parei de esconder isso, e falei tudo, ele deu a ideia do jejum e oração, porque nós brincávamos de cantadas ainda, íamos pra igreja juntos, mas não falávamos seriamente o que sentíamos. Tá , no segundo dia ou terceiro mais ou menos, ela fez uma pegadinha, decidir fazer a pegadinha virar contra ela, só que acabei falando algumas coisas que eu sentia, ela também! Foi ae que eu sai de casa, na chuva, comprei uma paçoca e levei pra ela (achei q iria descontrair um pouco kkk, mas os dois tava tremendo igual uma vara verde), no final da campanha pedi ela em namoro (queria pedir antes já, mas achei certo acabar a campanha).

O dia que pedi ela em namoro foi mais ou menos assim:

Mandei mensagem de áudio falando que meus pais falaram umas coisas seria que seria difícil dali em diante, mandei mais outra pedindo desculpas por tudo, ela me mandou umas mensagens, falei que eu deveria falar com ela pessoalmente ...

Um tempo depois ela me manda mensagem: cheguei

Peguei minhas coisas, vesti minha blusa (sim, estava chovendo) fiquei do lado de fora da minha casa enviando o vídeo, quando ela visualizou , fui pra casa dela.

Cheguei La todo vergonhoso, esperando ela sair pra fora, só que estava demorando demais, pensei se ela tinha entendido que eu estava la fora.

AI ELA SAIU PRA FORA

MEU MUNDO SIMPLESMENTE COMEÇOU A GIRAR

CHEGUEI PERTO DELA, E ABRACEI

TENTANDO RESPIRAR FALEI: q q q ruf.. quer namorar comigo¿

Ae ela falou: EU ACEITO <3 <3 <3 <3 <3 (que sensação cara, ela sabe que eu gosto dessas 2 palavras)

Mas vinha outra  luta agora, como somos cristãos, o certo seria eu falar com os pais delas tbm (como eu quero ela na minha vida, eu deveria fazer isso), ae foi a ovelha falar com os 2 lobos, um de um lado, outro do outro, parecendo o poderoso chefão, eu n conseguia falar uma frase completa sem gaguejar kkkk.

Agora só tenho a falar que TE AMO MUITO, MUITO, MUITO MESMO, agradeço a Deus por ter colocado você na minha vida, e por estar me ensinando um jeito novo de TE AMAR a cada dia que se passa.

Agora vai para seu quarto que tem uma surpresa pra vc lá bixin


Hey, aprendizes! Trouxe pra vocês mais uma Tag Literária bem legal para fazerem junto. Eu vi ela no blog Book&Cia, e vocês estão livres para fazerem se quiserem.

1. Quando você lê ? Manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo?

R: Quando tenho tempo, mas quando começo... É difícil eu largar um livro sem terminá-lo antes.



2. Você lê apenas um livro de cada vez?

R: Siiim! Já tentei ler mais de um, mas acabo embaralhando tudo.



3. Qual seu lugar favorito para ler?

R: Não tenho um favorito, mas gosto de lugares claros e arejados.

4. O que você faz primeiro: lê o livro ou vê o filme?

R: Leio o livro é claro. Se eu vejo o filme primeiro eu perco o interesse pelo livro. Odeio spoilers.

5. Qual formato de livro você prefere? E-book, áudio-livro ou livro físico?

R: E-book (dá pra ficar até tarde lendo) e físico (quem não ama sentir o cheiro de livros?). Não gosto de áudio-livro.


6. As capas de uma série tem que combinar ou não importa?

R: Eu acho que tem que combinar. Fico muito incomodada quando são diferentes, é quase uma obsessão.

7. Você tem um hábito exclusivo ao ler?
R: Anotar meus quotes favoritos em uma agenda especial minha.